5 Passos Para Criar Sua Própria Lista de Assinantes

Marketing (0) 3 meses ago

Deixe-me perguntar-lhe isso: “Para quem você pode vender seus produtos ou serviços uma e depois outra vez?”

Sua lista de assinantes é uma fonte ilimitada para comercializar seus produtos. Você pode testar seus produtos, executar pesquisas, fazer qualquer coisa que possa ser de interesse para seus assinantes. Você nem precisa gastar dinheiro publicitário, sua lista fará o trabalho.

Mas o que você deve fazer se não tiver sua própria lista de assinantes? Bem, então você deve construir uma (claro, existem milhares de proprietários de listas, que ficariam satisfeitos em oferecer seu produto à sua lista por uma taxa, mas melhor ainda construir a sua própria). E é isso que você vai aprender neste artigo.

Como Construir Sua Própria Lista de Assinantes

Ok, vamos começar a construir sua lista de assinantes agora e parar de deixar dinheiro na mesa, essa é uma tarefa que vai beneficiar muito no longo prazo.

1. Primeiro passo, por onde podemos começar?

Assim que você tiver o seu site instalado e funcionando, a primeira coisa que você deve fazer é colocar um formulário de inscrição nos lugares mais visíveis do seu site. Seu objetivo é coletar e-mails. Atraia seus visitantes para se inscrever no seu boletim oferecendo informações gratuitas como um artigo útil, relatório ou livro gratuito.

Ou você pode oferecer um desconto especial em seu produto no momento em que a pessoa se inscreva em sua newsletter. Idealmente, se você tiver uma lista de 10.000 e-mails, então você deve estar bem equilibrado.

2. Opt-in e-mail Fortalecendo O Engajamento

Um dos fatores do marketing de e-mail bem-sucedido está usando o método opt-in. Em outras palavras, suas mensagens devem ter um link “cancelar inscrição” na parte inferior da página, para que seus assinantes possam deixar de receber suas mensagens quando quiserem com um simples clique. Caso contrário, você será informado como spam.

3. Opt-in duplo para segurança

Você pode aumentar sua lista de assinantes segmentados, usando o método de inscrição de opt-in duplo. Ou seja, se alguém se inscrever no seu boletim informativo, o e-mail é enviado para o endereço.

Eles devem responder ao e-mail para serem incluídos na lista. Isso significa que eles estão interessados em receber sua newsletter como também no seu endereço de e-mail.

Esta é a maneira mais segura de aumentar sua base de assinantes alvo.

4. Contatando seus assinantes

Depois de ter coletado alguns e-mails, você deve decidir com que frequência você transmitiria suas mensagens. Semanalmente ou por mês é um bom intervalo. Dá-lhe tempo suficiente para chegar a algo que pode ser de interesse para seus leitores.

Você pode enviar sua newsletter todas as semanas ou a cada 5 dias. Mas requer muito compromisso para escrevê-lo com conteúdo interessante e cumprir os prazos. Além disso, eles já poderiam receber boletins de outros comerciantes.

Então, eles podem não ter tempo suficiente para ler todas as suas mensagens, porém é necessário ter cuidado para não lotar a caixa de entrada do seu assinante, as pessoas devem receber uma lembrança constante de que você ainda está por perto e não confundir seu e-mail com spam.

5. Mensagens personalizadas

Se suas mensagens começam com ‘Prezado João’ ou ‘Querida Maria’, isso irá aquecer seus assinantes. E eles serão mais receptivos à informação que você está prestes a compartilhar com eles. Também aumenta sua credibilidade e ajuda a aumentar sua taxa de resposta. Então, envie-lhes mensagens personalizadas porque ninguém gosta de falar ou receber mensagens de um robô.

Algumas dicas adicionais

Um dos principais erros cometidos no marketing de e-mail que alguns empreendedores ainda usam é a aquisição de lista de emails através da compra em um grande banco de dados.

Ao comprar e utilizar uma lista de emails, as pessoas que colocaram os emails ali naquele banco não estão engajadas, elas não se inscreveram para receber mensagens de outra pessoa ou talvez de algo que elas desconheçam.

Caso você usa dessa estratégia, não se esqueça que as pessoas não se inscreverem para receber informações de você, elas não leriam seus e-mails e você também não quer ser acusado de spam, colocando sua reputação em risco.

Não seja insistente na promoção do seu produto. Em vez disso, explique os benefícios que seus assinantes obterão de forma amigável. Às vezes, você recebe e-mails que exigem que você compre suas coisas, quase exigindo por que você ainda não fez isso. Portanto, tenha cuidado, isso pode prejudicar sua credibilidade.

Bem, agora você sabe como criar sua própria lista de assinantes. Siga estas sugestões e seu sucesso com email-marketing será garantido. Lembre-se, você não precisa ter milhões de inscritos em sua newsletter, você só precisa de mais ou menos uns 10.000 e está pronto para a vida. A única coisa que resta fazer é que você só precisa colocar em prática as dicas acima e ir fazendo um pouco a cada dia.
Boa sorte!